30.6.06

Paris train



Now you're sitting on a Paris train
Laughin' at your own jokes again
Sun splits the trees into beautiful broken light
Never cry more tears than you could hold in your hands
When all the world's airbrushed
It's a sacred bond of trust

Sometimes
Sometimes
I see much more than's good for me
The first thing that's on my mind
The last place i look each time

Beth Orton, Daybreaker

2 comments:

dulce said...

"Depois de se viver em Paris, fica-se incapacitado para viver em qualquer sítio. Paris incluído."
(John Ashbery), citado por Enrique Vila-Matas no seu livro "Paris nunca se acaba".
Bons textos.

edite said...

"Ao voltar de viagem, acordei ontem, perturbado./ Sonhava- no meu sonho vi que a luz subia como uma planta/ planta cujo nome ignoro mas se assemelha ao girassol./ Passaram pelo sonho/ numerosas cidades, sem casa,/ numerosas casas, sem quarto/ numerosos quartos, sem cama/ numerosas camas sem sono." Adonis