4.8.07

O tempo dos sonhos


© Mário Rita, Alices


© Mário Rita, Alice VI

(...) Alice significa, em termos filosóficos, que a percepção que se tem das coisas está sempre a sofrer alterações: atribuem-se significados e qualidades às coisas não com base num critério objectivo, físico, verificável, mas porque o nosso aparelho sensitivo vai estabelecendo com essas coisas diferentes relações.
Sendo esta a base das qualidades do mundo, tudo passa a inscrever-se num horizonte de instabilidade (...)
in Fisionomias sobre Papel, Nuno Crespo

O Tempo dos Sonhos | Exposição de Mário Rita
Museu da Cidade – Pavilhão Branco | 17 de Julho a 2 de Setembro de 2007


———————

A instalação de cima surpreendeu-me pela escala e pela diversidade e multiplicação.

O quadro de baixo podia vir para a minha casa.
E que pena uma exposição destas em plena silly season, com a cidade deserta e sem a visibilidade que merecia.

Ps.: O Museu da Cidade tem um jardim onde apetece estar, praticamente desconhecido da maioria das pessoas, com dezenas de pavões e um lago (que podia ter um ar menos pantanoso, é certo) com peixinhos vermelhos e tartarugas que se aproximam das margens.

1 comment:

Joana said...

tenho de lá passar. gosto mt desse jardim por causa dos pavões e daquele mini labirinto, vou lá de vez em quando :)