27.4.08

About dancing


Lykke Li, I'm good, I'm gone

Não tenho nada contra as pessoas que não têm uma pinga de ritmo no corpo e que, por isso, não sabem dançar.
Até conheço alguns vídeos de pessoas que não sabem dançar e, conscientes da sua limitação nessa área, conseguiram resultados surpreendentes apenas porque não tentaram fazer mais do que conseguiriam e acabaram por reverter esse handicap a seu favor.
Considero isso uma grande virtude e se há coisa que me irrita é ver uma pessoa que dança mal, rígida e com um ar de desconforto porque não controla minimamente o que está a fazer, sempre com um sorriso forçado (deixa-lá-fazer-esta-cara-pateta-que-pode-ser-que distraia-de-quase-tropeçar-nos-meus-próprios-pés!).
Posto isto, queria aqui dizer que a menina de cima me surpreendeu com os seus moves (e que nunca pensei que seria tão divertido ver alguém a nadar em seco!) e que a debaixo é capaz de ser uma das miúdas que reúne, quanto a mim, alguns dos melhores vídeos dançantes que já vi (quer na sua ex-banda, quer a solo).



Moloko, Familiar Feeling


1 comment:

joana said...

nunca confies em ninguém que não tem ritmo, é o que costumo dizer.
podias ter posto também o exemplo máximo da gaja sem jeito nenhum a tentar dançar num videoclip (não, não é o que estás a pensar ahaha)
http://www.youtube.com/watch?v=2_Nsi05HkXw
sophie ellis bextor
alg devia dar um prémio ao gajo que filmou isto, repara como maior parte das vezes há uma data de gente que tapa a dança dela e muitos grandes planos. coitado do homem deve ter sofrido imenso para tentar disfarçar a desgraça.