14.2.12

Love from me to you

giveawaygiveawaygiveawaygiveawayNão acho graça nenhuma ao dia dos namorados e ao aspecto comercial que o caracteriza, mas acho graça ao S. Valentim.
Por isso, hoje vou oferecer algum do meu amor de duas formas distintas:

#1 
Há quem diga que o amor salva. 
Eu acho que a música salva mais do que o amor. 
Por isso, para terem banda sonora durante o dia (e a noite), aqui fica o amor em forma de música (o compromisso perfeito) nesta
playlist.


#2
Porque está muito frio e porque acredito que o amor nunca é demais, vou oferecer o meu, na forma da nova peça da wooler, o pop hood, a quem deixar um comentário neste post. 
Para se candidatarem só precisam de me dizer qual foi a coisa mais bonita que fizeram por amor. 
Podem comentar até dia 25 de Fevereiro à meia-noite, anunciarei o feliz contemplado no dia 26 de Fevereiro.
E viva o amor!


---


I'm not particularly fond of Valentine's Day and its commercial purposes, but i like St. Valentine.
So today i will offer some of my love in two separate ways:

# 1
Some say that love saves.
I think that music saves better than love.
So for your today's soundtrack, here´s love in songs (the perfect matchin this
 playlist .

# 2
Because it's very cold and because i strongly believe that love is never enough, i will offer it, as my new
 wooler piece, pop hood, to whom leaves a comment on this post

To apply you just need to tell me what was the most beautiful thing you ever did for love. 
You can comment until February 25th at midnight.
I will announce the lucky winner on February 26th. 

And yay for love! 
 

75 comments:

Rita said...

Casar-me com o meu amor (viúvo) e ser mãe dos seus 3 filhos pequenos como se fossem meus e amá-los a todos muito e serem a minha riqueza. Por amor não tive medo de enfrentar uma Vida nova e radicalmente diferente pois era com aquela pessoa que queria estar e que AMO verdadeiramente...

Daniela Lourenço said...

Bonita não sei, mas arriscada sim.. Deixar para tras uma vida que tinha como minha, coisas onde encontrava conforto, segurança e abraçar um novo país, uma nova lingua, uma nova familia e acreditar que um dia abraçarei esta vida também como minha.
Dani

María Álvarez Menéndez said...

Por tejo.
A todas horas. Para las personas que amo.

Sara said...

Olá!

De sempre não me lembro, mas este dia dos namorados fiz uma coisa que considero ter sido uma das melhores coisas que já fiz no dia dos namorados; O ano passado, a minha avó e o meu tio passaram por um mau bocado. Passamos todos. Este dia dos namorados, fiz bolachinhas para todos e deixei-as num saquinho embrulhadas com um lacinho à porta de casa de cada um. Porque existe sempre gente que os ama, não é preciso ser-se namorado/a, ou marido/mulher;

O que fiz este ano, as bolachinhas em forma de coração para toda a gente levar para o trabalho, fiz a todas as pessoas que amo porque às vezes dizemos-o poucas vezes a tanta gente que o precisa de ouvir.

Feliz dia de S. Valentim! (:

Libelinha☆ said...

Perdoar e recomeçar ❤

Que é precisamente o que estou a fazer hoje =)

sufragista said...

a coisa mais linda que fiz por amor, (ainda sem saber que o era), foi um caderno com ilustrações minhas e um passarinho na capa. (este passarinho, http://asufragista.blogspot.com/2007_11_01_archive.html). foi assim coisa de ser criança outra vez.

desde então moldamos o amor como pássaros, sempre distantes, sempre unidos pela fotografia e sempre à espera de termos Paris, quente como nunca.

o dia dos namorados não me trás coisas boas à memória porque as coisas más acontecem sempre neste mês frio e cinzento. mas ele fez questão que esquecer os clichés amorosos e jantamos à luz das velas, sem medo das lamechices.

na próxima sexta feira, o meu amor vem até às terras geladas onde vivo para matarmos todas as saudades.

espero que esta história me ganhe esse gorro belíssimo!

Sónia sapinho said...

Aprendi a gostar de água gelada <3

sucast said...

* uma coisa bonita:a minha Kika
* outra:o meu Guga


... e viva ao frio ;)
(obrigada Rita)

Alexandra Durão said...

Acreditar que há amores que são para sempre!
Acho que ele ía gostar de me ver com esse gorro! :-)

madalena santa-marta said...

A coisa mais bonita que fiz por amor, foi a minha filha. Laura <3

Marta Mendes said...

Foi dizer adeus ao trabalho, fazer as malas e ir ter com ele lá longe, onde ainda estamos agora :D

Isa said...

Hermosa!!!! te deseo mucho AMOR!!!

Anonymous said...

Fiz uma peça de arte. O nosso Tommy. Este amor que me faz crer que qualquer sítio por cima da terra e debaixo do céu é pleno. :)
Happy Valentine!

Lígia

Virgínia said...

Fiz a mala e fui para um país distante, ainda miúda. O que a minha avó deve ter sofrido, coitada!
Um beijo para ti!

pontos said...

Viva o frio, adoro os teus pop! :)

O amor não é fácil, mas acho que a coisa mais bonita é mesmo a minha piolha e por ela ter mudado a minha vida de um dia para o outro, ter tido a capacidade de deixar tudo o resto para trás e enfrentar um novo caminho, sozinha com ela...

Bichos da Matos said...

Um filho:)
Beijos para ti e para a tua generosidade❤

sushi lover said...

oh rita, tão querida e generosa! obrigada!
uma vez fiz uma coisa gira que vais achar graça:
o meu namorado foi passar uma semana à alemanha em trabalho e eu gravei 7 cds, cada um com uma música apenas, uma música especial para ouvir um por dia. em cada cd colei uma imagem de um sítio especial nosso em lisboa e fiz um embrulho para cada cd. diverti-me imenso e foi giro.
feliz dia de s. valentim!

glaullini said...

rita, que delicia de gorro!

eu demorei 3 semanas fazendo a cobertura de mosaico de uma mesa. Ficou lindo!

Depois dessas e outras, mudei de vida por ele.
beijo!

Menina Rabina said...

Por e com AMOR fizemos os nossos 3 filhos.
São lindos e enchem-nos a casa de alegria :)
É linda a nova peça WOOLER :)
Obrigada por nos presenteares com o teu trabalho Rita.
Um beijinho,
Alexandra

Planeta Miador said...

Olá Rita,
Aproveito para dizer que adoro o seu blog e que estou a namorar uma das suas peças.

Eu por amor acordo muito cedo e a recompensa é ver o sol a nascer:)

Feliz dia de s. valentim ♥

sara said...

mudei de vida

ssaiga said...

sofrer,
quando e por amor, faz sentido e "nao custa"

LookWhatICanDo said...

The most beautiful thing I ever did for love....I was away at work, out of town. We hadn't seen each other for 5 days. I returned home before him & sprinkled paper hearts I had made all over our very small apartment & I waited for him in a dimly lit kitchen sitting on the counter in nothing more than my favorite heels & one of his ties! We have been together for almost 22 years & our passion is as strong as ever! He is the love of my life!!!!!

Guizito said...

Além de ter esperado e namorado às escondidas durante 11 anos acho que as coisas mais bonitas que «fiz» por amor foi gerar dois filhos lindos (em duas gravidezes de alto risco)que são a representação do meu reino...

:))

Obrigada pelo giveaway!
Cláudia

leah b said...

i don't know if it's the most beautiful thing, but the most important thing i ever did (maybe, the best thing) for love was pick up my life and move it over the ocean.

Anonymous said...

Não sei se posso dizer que foi uma coisa que fiz, antes uma coisa que existe: o meu primeiro amor foi o meu único amor. Estamos juntos desde os meus 14 anos e dos 16 dele. Hoje temos 38 e 40 anos. E todos os dias dizemos: "amo-te". Todos os dias. E a palavra não se gasta, cresce.

Elisabeth

(adoro o teu trabalho, vê-se que é feito com amor).

Wicca said...

Por amor acordo todos os dias disposta a amar incondicionalamente...
Por amor respiro fundo e sorrio esforçando-me permanentemente por amar as diferenças e aceitar os outros exactamente como são...
Por amor lambo as feridas e perdoo e confio...
Por amor permito-me ser amada, não da foma que eu amo, porque essa é minha, mas da forma que os outros escolhem fazê-lo!

Diane said...

Sou um pouco com a Marta Mendes, disse adeus ao trabalho, fui para uma uma região, uma aldeia totalmente desconhecida e restaurei a casa do avô dele. Cavei a terra, abracei as pessoas e fiz um reconhecimento conjugal perante a aldeia. O resultado deste lindo Amor são as nossas 3 filhas:)

Louise, Raspberries In Winter said...

Gosh, the most beautiful thing I ever did for love... I don't believe that I've ever been in love truly with someone but I love my family and like to think that the little things I do for them are beautiful.

Beatriz said...

Fazer escolhas não porque são as mais fáceis, não porque são as que me fazem mais feliz, mas que são as melhores para o amor da minha vida, o meu filho!

calita said...

A coisa mais bonita que fiz por amor acho que foi ACREDITAR que agora, este amor, é para sempre.

umademim said...

por amor à vida fui deixar pendurado ( durante a noite) um saco com uma nuvem dentro e uma mensagem, tudo feito por mim, à porta de casa de uns amigos cuja filha de 3 anos se confrontou com um cancro já com metástases e depois de uns 8 meses de quimioterapia ia ser operada no dia seguinte. acho que foi a melhor forma de lhes provar que estava ali para e com eles sem os invadir de telefonemas com as mesmas perguntas e interrogações que meio mundo lhes andava a fazer. o amor chegou-me a dobrar quando me responderam por mensagem enquanto chegavam nesse dia ao ipo.

LLMS said...

1º partilhei as minhas batatas fritas e depois os chocolates (que são muito importantes na vida de uma mulher). Por último criámos as nossas duas filhas.

pat said...

Rita . Antes de mais obrigada. Belíssismo trabalho. De certo feito com amor.
Das coisas mais recentes em muitos anos de casada: há um mês que recebo elogios pelo meu novo corte de cabelo. Tens um cabeleireiro novo? Não.

Ofereci uma tesoura ao meu mais que tudo e disse-lhe: Corta vá! (ele ficou aterrorizad0 - eheheheh). Mas fez-me a vontade e cortou, a direito.

Sendo cineasta foi um belo desafio. Agora, quase todos os dias recebe largos elogios pela coragem e pelo bom gosto! Dar-lhe espaço para brilhar, mesmo nas pequenas coisas.
bjos. Continuação de bom trabalho.

rita pinheiro said...

Rita, sabes que eu sou um bocadinho avessa a estas coisas, mas não podia deixar de participar no teu giveaway e candidatar-me a este lindo pop hood :)

Porque considero que o amor é feito de muitas pequenas coisas e gestos continuados, tento todos os dias estar atenta a todos e tudo o que amo para que saibam disso sem dúvidas!

( não sei se conta, mas tentei ;) )

saloia said...

Learning to love myself because if he does then I must be worth it.

Carina said...

Posso roubar a da Rita (Pinheiro) e a da Mary, posso? Sei que não estou a ser nada original, mas caiem que nem uma luva em mim. Bem, vale a pena tentar.

Teresa Ponte said...

Conhecemo-nos por mero acaso na Alemanha. Após meses a trocar cartas electrónicas regressei e reencontramo-nos.
Depois disso larguei tudo e os projectos que eu imaginava vir a fazer, para começar uma vida a dois num local geográfico completamente novo para mim. Já lá vão quase 4 anos, 4 casas e 3 cidades diferentes.

UIU said...

a peça é linda; sorte de kem a usar*

ñ sei se o amor salva, mas quando o amor falha precisas de ser salvo...

UIU said...

bem, gostava mm de ficar c essa peça, se a tivesse usava-a c mto gosto*, mas ñ gosto mto de concursos... e até te podia contar mil coisas ke fiz por amor, mas ñ valeram de nada, senão ñ estava tão só... mas tenho uma história: tou de passagem por casa dos meus velhos, e hoje qdo abri a janela, havia uma frase graffitada no alcatrão em verde flúor: "LOVE YOU PAT". ñ sei kem a escreveu nem kem é a Pat, mas fikei emocionado, confesso.

Isabel Marques said...

ah... rita!! só queria que todos estivessem tão felizes quanto eu! por amor eu mostrei-lhe o que significava amar e depois esperei... Esperei que ele descobrisse por si só o que era amor verdadeiro e depois ele pediu-me em casamento!

João Xavier said...

O Amor com Amor se paga. Amor de letra grande. Porque os pequenos amores não contam. São como desvios. O Amor grande, surge ás vezes. Pode ser eterno, porque deixa sempre uma marca, uma dentada, um sinal como que a dizer: eu estive aqui! Depois existe outros Amores. A familia, os amigos, os animais, sol, a praia, as dunas ou mesmo aquela bicicleta que te deixava bolhas nas mãos. O Amor nasce contigo. Mesmo aqueles que não tiveram Amor na sua infancia, têm Amor para dar. Esses ainda mais. Partilhem o vosso amor por favor. Sejam felizes.

[corisca.rapariga] said...

fiz as malas e vim viver para uma ilha no meio do oceano atlântico. mudei de vida. e estou feliz com isso!
a peça é linda e o seu trabalho inspirador :)

marie said...

love this hood! for love, i moved hundreds of miles to move back in with my parents while my love and i searched for a place to live together. :)

Anonymous said...

Que linda ideia!
Por Amor e com muito Amor: 3 filhas lindas!
Bjinho e muito obrigada.
Maria Antónia Forjaz

Chalezinha said...

#1 Acho que cada um 'acede' ao amor da forma que mais se reconhece nele e com ele.
A música não será por sinal igual a amor?

#2 Abdicar a ele!

Sandra Pereira (http://www.flickr.com/photos/professorasandra/)

Michelle Marmelo Pedro said...

Ai mulher, a coisa mais linda que fiz por amor (tirando os nossos dois piolhitos, he he) tens que perguntar a ele, que eu não faço a mínima. Mas que ele tenha feito por mim eu sei: quando estava grávida da Lucy tive uma paragem de digestão e não conseguia mexer-me. Ele, sem saber cozinhar nada, perguntou-me como se faz uma canja e meteu mãos ao serviço. O resultado foi um delicioso arroz de frango! :oD Mas ficou para sempre no meu coração (e no dos meus Pais, diga-se; o meu Pai disse que o único defeito que o rapaz tem é ser do Benfica... ;o)).

Foi mais para partilhar do que para ganhar. Pois as coisas bonitas da nossa vida devem ser sempre partilhadas, e esta foi uma bela ideia, ler tanto amor faz uma pessoa ficar bem-disposta para o resto do dia. :o) Boa sorte a todas e obrigada por seres essa mãos largas que és! :oD***

Lara said...

Dois filhos.

rachele said...

good question! I also accept that I do not understand, but now I do not know if the most important thing is the right one. good job rac

Anonymous said...

Por amor, fui ter com um camionista (que não sabia quem era) a uma estação de serviço pra recuperar a carteira desaparecida "dele". Chegada lá o caminista estava num sitio completamente deserto e lá me entregou a carteira. Ironia do destino, este mesmo camionista tinha sido meu formando ha uns 7/8 anos atras e se tinha más intenções deixou-as de lado quand me viu!
Tudo está bem quando acaba bem! :)

(Dilma Garrido)

daniela said...

Pois se há quem faça as malas para ir ao encontro do seu amor, eu desfiz as minhas para ficar! Recusei um emprego que poderia ter sido a rampa de lançamento para o sucesso pessoal. Em vez de ficar a 300km de casa, fiquei a 0km! : )) Foi melhor assim!!!

Sofia said...

Li, no facebook, em salvar formigas... O meu canito foi salvo da agulha mortal, há 11 anos atrás. Agora está velhito e qualquer dia partirá, mas foi feliz! Mas a coisa mais bonita feita por amor, até agora, foi o meu filhote, claro!

Boa sorte a todas(os) nós!! Obrigada, Rita!

maria madeira | antónio rodrigues said...

O amor veste muitas camisolas durante a nossa vida.

Não é minha a história, mas do António. Salvou de uns dentes afiados e mortais um canito de um dia, que cuidou durante muito tempo, a acordar de 3 em 3 horas para o alimentar a biberão e a dormir num saco cama a seu lado. Conseguiu e o canito hoje é um matulão com quase 8 anos. A ligação mágica entre os dois hoje é o resultado desse acto de dádiva.

sara f said...

por amor guardei alguns sonhos na gaveta.

obrigada pela oportunidade, Rita. o gorro é lindo, claro :)

Anonymous said...

Mãos talentosas as suas!
a melhor coisa que fiz e faço por amor, todos os dias, é querer "fazer-me" melhor pessoa!
Marília

Anonymous said...

Ah! Também acho que a música salva mais do que o amor! Obrigada!
Marília

miss design said...

Superar as crises e recomeçar. Começar outra vez ao lado do mesmo amor com um amor mais forte. Ser capaz de conversar. De ouvir. De ceder. De mudar sem me anular. Porque as pessoas mudam e o amor também. Dá trabalho, mas fica mais forte. A maior prova de amor que tenho é ter-me esforçado, sem esforço, é ter lutado e continuar a lutar, por mim, por ele e pelo nosso filho.

Anonymous said...

Por amor, aceitei a esterilidade dele e renunciei ao meu desejo de ter filhos. Ninguém sabe disto e todos pensam que foi uma escolha.
Já lá vão 12 anos e continuamos felizes. O amor tudo supera.

Beijinho

Cristina

Suse said...

Ver um concerto de uma banda que não é da minha preferência :P que é o que vai acontecer no próximo fim de semana..
Parabéns pelo teu blog e pelas tuas fotos, já acompanho há bastante tempo e são uma fonte de inspiração para mim :)

PatriciaSC said...

Amar!
:)
Patrícia

Anonymous said...

The most beautiful thing is to show yourself as you are. It takes courage and trust - but it´ll take you to places you never been before. <3
Claudia Torres

sara carvalho said...

Por diferentes amores... já dei banho ao meu marido (quando ainda não o era) por ter os dois braços engessados, Já fiquei em casa 3 anos (por necessidade) com a minha I... mas acima de tudo tento ser feliz todos os dias por amor próprio! :)

ana margarida said...

Ganhar este gorro e ir a Leiria buscá-lo (pelo gorro e pela autora)

Hasiramr said...

Entregar-me de coração e alma à pessoa que amo. só assim conseguimos ter um amor sincero, verdadeiro e único que consegue ultrapassar a distância quando no início do namoro um vivia em Lisboa e outro no Porto.

miosotiis said...

Não sei se foi a coisa mais bonita, mas este ano, no meu aniversário, decidi oferecer pequenos mimos às pessoas que todos os dias cruzam o meu caminho ou o meu pensamento. Preparei pequenas peças (feitas por mim) e distribui durante todo o dia. Enviei cartas a quem quero bem. Disse que os trazia no meu coração.


Quanto ao meu amor de sempre, o que faço de mais bonito, é dizer-lhe todos os dias "Gosto de ti.", rematado por um abraço antes de irmos trabalhar. *

Catarina Aleixo said...

A coisa mais bonita que fiz por amor foi ficar de cama no hospital durante dois meses, incluindo o natal para que o meu filhote pudesse nascer com vida. A esperança era pouca e todos olhavam para mim como uma condenada mas teria ficado durante mais dois meses da mesma maneira para que ele pudesse ter nascido no tempo certo. Ele nasceu com 30 semanas e ficou no hospital quase quatro meses. Hoje ele tem dois anos é feliz e saudável e não imagino a minha vida sem este meu amor.

Silvia said...

Adoro as tuas pecas! Uma verdadeira artista!!

Alexandra S. said...

A coisa mais bonita que fiz por Amor foi não desistir de O encontrar.

(e obrigada Rita pelos pedacinhos de amor partilhados*)

Anonymous said...

Olha amiga, não sei se foi a coisa mais romântica que fiz, mas foi certamente uma delas e esta mulher... já não me escapa! :)

vê esta imagem para veres do que estou a falar: http://4.bp.blogspot.com/-4Pk2EEiPfU8/TnvJnZWZ3gI/AAAAAAAACWg/Pb7tQdkrOYM/s1600/P1120098.JPG

Eduardo

Batixa said...

Para mim dar tempo é a coisa mais bonita que se pode fazer por amor. Num mundo em todos estão com pressa e atrasados.
Neste momento estou a dobrar 1000 origamis para oferecer a alguém que está a desistir de viver, e desejar que isso a faça sorrir.

miriam said...

tirando o jaime e o próximo :))), fiz muitas coisas do género de gravar k7 com uma música por dia e com ilustrações minhas... quando estávamos longe, desenhava-lhe 1 carta por dia e tinha um caderninho onde escrevia todas as sms :D e estamos juntos há 12 anos e meio ;))

3 Gatos Miaus said...

Bem...

Por amor dedico todos os minutos da minha vida aos meus corações, tenho vários!
Por amor rego-os todos os dias com carinho e dedicação.
Por amor esperei 5meses deitada pelo meu amor mais pequenino, o meu Simão! <3

Beijocas

Rute Vieira said...

não sei muito bem como contar a minha versão do que é o amor...sem parecer uma telenovela melodramática.
mas acho que é uma história tão linda que merece ser contada...partilhada.
é a minha história pessoal.
e sei, que graças a Deus, há muitos homens maravilhosos...
e que outras mulheres que passaram e estão a viver esta situação, também riem e choram ao lembrar e sentir um amor assim.
é uma história real...uma história de amor vivida em muitas casas em dias de S.valentim...e não só :)

14 de fevereiro 2009.....um dia sem significado, estava solteiríssima.
14 de fevereiro 2010.....um dia maravilhoso, muito apaixonado, em que me sentia muito feliz, linda e amada.
14 de fevereiro 2011....um dia muito complicado, muito díficil, em que me sentia muito frágil, feia e mais amada do que nunca.
14 de fevereiro 2012....um dia em que me esqueci que dia era, porque todos os dias são únicos, para celebrar e amar!

...agora a explicação...
...em 2010 tinha 35 anos, 52kgs, cabelo comprido liso negro , um namorado super apaixonado,
que me fazia sentir a mulher mais especial à face da terra.
...em 2011 estava na minha 3ª sessão de quimio, careca, com uma cicatriz de 13cm a lembrar a mastectonia total que fiz, cheia de
medo e de dores...ao meu lado bem amarradinho a mim tinha o meu amor, que chorava de me ver sofrer e dizia constantemente
o quanto me amava, tinha a certeza que tudo ia passar, que eu ia ficar boa e que para ele eu continuava a mesma, continuava linda
(vocês conseguem imaginar...eu olhava-me no espelhor e sentia-me o Frankenstein...).
...este ano 2012 foi uma festa...porque todos os dias são de sorriso rasgado....o cabelo nasceu e aos caracóis...a cicatriz ainda continua à espera de uma plástica...
por causa dos tratamentos engordei 10kgs....e foi sem dúvida o melhor dia dos namorados de sempre!
porque o olhar do meu amor...bem...continua igual...nem vos consigo dizer o que me faz sentir!... AMOR! ...verdadeiro AMOR!


Beijinhos,
Rute Vieira

Cláudia said...

algo muito simples: escrevi no chão, por debaixo da janela dele, a seguinte frase: "amo-te, meu mar"

Caracolinha Linha said...

Por exemplo, já saí de pijama a meio da noite ao ouvir uns miados fininhos, encontrei um gatinho bebé com ar muito frágil. Limpei-o, dei-lhe leite morno e fiz-lhe uma cama fofinha. Fiz o melhor que pude, mas ele não chegou à manhã seguinte.