6.10.10

Respigar



O filme da Agnès Varda, Os Respigadores e a Respigadora, veio há muito tempo alertar-me para o sentido que faz reaproveitar o que os outros já não querem/não vão usar.
Aplico isso muitas vezes no meu dia-a-dia, mas nunca tinha ido fazer o verdadeiro respigo.

Até ontem.
Na semana passada, em conversa com uma pessoa próxima sobre o facto de a Rosa fazer isto todos os anos, fiquei a saber que muito perto da cidade havia campos com restos de tomate que não foram colhidos.

A minha avó materna fazia um doce de tomate inesquecível, a minha mãe faz outro igualmente delicioso, e foi irresistível ir apanhar alguns e, pela primeira vez, aventurar-me também a fazer doce.

Para primeira vez, acho que me safei bem!


---

The film by Agnès Varda, The Gleaners and the Gleaner, alerted me a long time ago that makes all sense to reuse what others no longer want/will not use.
I apply it many times in my day to day life, but had never tried the real glean.

Until yesterday.
Last week, in conversation with a close person on the fact that
Rosa does that every year, i learned that the city was very close with leftover tomato fields that had not been collected.
My maternal grandmother made an
unforgettable tomato jam, my mom makes an equally delicious one, and it was just to irresistible to go there and pick some and, for the first time, also venture to make some jam.
I think i did very well!

5 comments:

Virgínia said...

Que bom, Rita! Esse filme também foi muito importante para mim,penso nele muitas vezes, tenho que o voltar a ver um dia destes. Ainda não me aventurei pelos campos mas há-de chegar o dia.
Um beijinho!

Rosa Pomar said...

Viva o respigo! E que lindas imagens.

Anonymous said...

Adoro as fotos e levada por ti e por elas, vou ver o filme :)

rosário albuquerque said...

por estas bandas anda complicado... acho que me habilito a um tiro de caçadeira! (por incrivel que pareça...)

Kelly said...

Interessante sua publicação!

E mais uma vez, venho elogiar suas fotografias!

Lindas! Parabéns!
:)