20.10.11

Hospital light

hospital lamp hospital sheet
Tenho estado doente e há dois meses e meio que estou a fazer exames.
Vários diagnósticos, alguns contraditórios, até chegar às mãos do médico actual.
Estou ligeiramente melhor, mas com sintomas que me desesperam e que continuam a ser averiguados.
Já perdi a conta às vezes que fiz análises e tive catéteres espetados na mão e antebraço.
Não houve verão, nem praia, nem férias, que tiveram que ser interrompidos com idas de urgência ao hospital e afins.
Quando se está doente perde-se a vontade de quase tudo e todas as coisas materiais voltam a ser reduzidas à sua insignificância. E passa-se a olhar para as pessoas que se cruzam no nosso caminho com um sentimento muito forte, de quase inveja, que se traduz pelo imediato pensamento: "que sorte, quem me dera ter a minha saúde de volta, estas pessoas nem sabem a sorte que têm".
E sempre na esperança de sair disto, que preciso de trabalhar de forma regular e de conseguir voltar a ser eu, com energia e com a cabeça limpa de medos e angústias.
Como a vida nos prega partidas, assim daquelas mesmo lixadas, de repente tudo isto passa para 2.º plano e tenho que me equilibrar, e ignorar-me a mim e às minhas maleitas, fazer-me de forte e levar a minha filha de 5 anos ao sítio onde já fui mais vezes nos últimos tempos do que em toda a minha vida, e ficar ao lado dela, tão pequena, a passar por tantas coisas semelhantes.
Passado o susto, olhei para cima e vi no candeeiro, mesmo ali por cima das nossas cabeças, o resumo do que é ser mãe.

---

I've been ill and being tested for a large spectrum of diseases for the last two and a half months.
A number of diagnoses, some of them contradictory, and finally i have a new doctor i trust.
I'm slightly better, but i'm quite desperate about some symptoms that continue to be investigated.
I can't count the times i did blood tests and the catheters in my hands and forearms.
This year there was no summer, nor beach or vacation, which all had to be interrupted with emergency visits to the hospital and all the related procedures.
When you're sick you lose the will to almost everything and all material 
things are again reduced to its insignificanceAnd looking at people who cross our path is taken to another level with a very strong feeling, of almost envy, with the immediate thought: "these people don't have a clue of how lucky they are, how i wish i had my health back."

I'm always hoping to get out of this, because i really need to work on a regular basis and get back to feeling like me again, with energy and with a clear head of fears and anxieties.
But as life often pranks you in a very shitty way, suddenly it all goes to 2nd plan and i've got to get my balance back, ignoring me and all my ailments, pretending that i'm strong, and take my 
5 year old daughter to the same place i've been more times recently than in my entire life, and stand beside her, still so small, while going through all sorts of similar things.

After all ended and she was feeling better, i looked up and saw in a lamp, right there above our heads, the essence of what means being a mother.

32 comments:

arponauta said...

ánimo, te comprendo perfectamente: llevo 4 años sin salud y es lo único que me importa en la vida. quiero creer que volveremos a estar BIEN. un abrazo muy fuerte, Rita.

Marina said...

:/ As melhoras rápidas para as duas. Beijinho

Birgit said...

dear rita,
i´m sorry, but i don´t understand any portogese.
but i hope that you are okay?
yours, birgit

alice said...

Espero que esteja tudo bem com a Alice, agora, e que melhores rapidamente.
O mundo fica menos colorido sem ti!!

A mãe que capotou said...

As melhoras para as duas.
Mesmo nestes momentos chatos as tuas fotos são lindas. Pronto, mas agora ja chega, venham as fotos bonitas, felizes e saudaveis.

rita pinheiro said...

Querida Rita, rápidas melhoras para as duas!
Um grande beijinho.

Anonymous said...

e eu que aqui venho tantas vezes já me questionava sobre a longa ausência... espero que tudo volte a estar bem rapidamente! esse coração na lâmpada, é genial, e só pode ser um bom sinal! um beijinho e ânimo! Marta

Vera João Espinha said...

Que as duas fiquem bem! E rápido!

Ser mãe é isso mesmo, às vezes estar doente e continuar a levar o nosso mundo ao colo e o resto às costas. Força.

Fios de Linha said...

quero de volta imagens dos dias felizes.
força rita : )

bjoZzz

Anonymous said...

Espreitar numa das minhas janelas para outros mundos e ver-me tão exemplarmente retratada na fragilidade de quem se sente doente e no amor imenso de mãe. Pela primeira vez deixo o papel de voyeur para passar ao de comentadora para lhe desejar as melhoras.
Susana Martins

R R said...

Abrazos y suerte, Rita.

rita said...

muito obrigada a todas!
birgit: i've now translated it to english. thanks for caring :-)*

sushi lover said...

:(((((
Que cheguem rapidamente a um diagnóstico e que curem as duas!
Espero que para ambas n seja nada de muito grave e que a seu tempo seja só uma fase má!
As melhoras e força!
ALL IS FULL OF LOVE :)

Sílvia Silva said...

vai ficar tudo bem:) inspira...expira...pensa em coisas boas e coloridas que te levem dali para fora!

Marcia A. said...

Querida Rita,
Cheguei ao seu blog procurando por coisas de artesanato e fiquei (visito-lhe diariamente) por vc. Seu olhar das coisas é tão colorido e ao mesmo tempo tem essa leve ponta de melancolia, que eu achava ser um traço da sua origem portuguesa. Queria poder lhe segurar as mãos ao dizer isso, mas escrevo-lhe como se assim fosse: "Vai passar... Rezo por vc e lhe imagino feliz, correndo e brincando com sua filhota por aí.". Bjs!

inês nogueira said...

espero que acabem depressa os sustos, rita. um beijo para as duas.

J. said...

1 beijinho rita, espero que fique tudo bem com as duas!

Carina said...

Como te entendo... este teu post traz-me más recordações. Desejo que tudo volte ao normal o mais rápido possível. E no final, sairão todos mais fortes <3 <3

Beijo grande e muita força

Débora said...

as melhoras para as duas e dias bons sem sustos a chegar é o que desejo. bjs

chadebergamota said...

Força, Rita!!
Beijinhos.

theweightofdreams said...

coragem e ânimo :-)

sofiab said...

Querida Rita, melhoras rápidas! Ânimo!

sandra costa said...

As melhoras e um beijinho.
Sandra Costa

Tereclopes said...

Já me tinha apercebido que algo de errado se passava por aí, só que não pensei que fosse há já tanto tempo. Não desanimes Ritinha, tudo se há-de recompor e tu e a tua Alicinha estarão em breve restabelecidas e só com uma recordação má, mais nada. Beijinhos e as melhoras.

calita said...

♥ as melhoras. Que fique tudo bem depressa.

Anonymous said...

Muita força! e lutar para melhorar!tenho a certeza que avis regressar mais forte que nunca! preciso de vir aqui ao teu blog e ver estas coisas maravilhosas que publicas:
Ludovica

miriam said...

oh god... e eu que ando tão fora só hoje vi isto :(( querida rita, espero que estejam as duas melhores. beijinho na alice e outro para ti =)

oxhill said...

espero que tudo não passe de um susto e que fiques boa depressa...
muitos beijinhos para as duas

sufragista said...

quando for grande quero ser uma mão como tu. melhoras e bejinhos para as meninas.

Amy Prior said...

all wishes for getting well soon xxx

Ana V. said...

Espero que quase um mês depois do post que só hoje tou a ler,já estejam as duas de excelente saúde.

Rita said...

Hoje decidi-me e vim ver as coisas lindas que tu tens...estou sempre a "ouvir" falar de ti.
Adoro a tua visão sobre as coisas...é tão bonito, tão colorido mas ao mesmo tempo tão puro.
Não te conheço ao vivo e a cores, mas pareces uma pessoa tão autêntica e linda...tão linda que se um dia te vir na rua sou capaz de te dizer isso mesmo!
Parabéns pelos teus trabalhos! Magníficos, únicos...
Li este teu post, aquela tua última frase é tudo! Até as lágrimas apareceram... =)

RR